Em homenagem e respeito aos milhões de brasileiros que ingressaram no mapa da fome – ou voltaram para ele, depois de sentirem o gostinho de terem sido afastados da miséria – o artigo de hoje, pela primeira vez na história desse blog, abordará um tema eminentemente culinário, mesmo que de forma indireta. Mas, para fazer jus à tradição acumulada nesses dezenove meses de atividade, irá associar suas “dicas alimentícias” com o necessário protesto contra esse desgoverno que segue sendo omisso quando tem que agir, e age mal quando tenta fazer alguma coisa.

O que vou lembrar é a possibilidade do uso de uma planta, que não por acaso é conhecida como “bife dos pobres”. Apesar de ter seu uso ligado à ornamentação, seu alto teor em proteínas recomenda e permite que também se faça uso dela para reforço alimentar. Me refiro à dádiva que pode ser a Ora-Pro-Nobis (Rogai Por Nós), planta que é originária aqui mesmo do continente americano. Ela pode, com uma vantagem relativa, substituir os ossos que estavam sendo recolhidos – e agora precisam ser comprados, graças à falta de caridade típica do capitalismo – nos açougues, bem como os pés de galinha, que restaram para aplacar o desespero de quem está sendo encurralado pela fome, em nosso país. Isso apesar de não ser recomendável que a planta se torne a única fonte proteica para as pessoas.

Seu nome científico é Pereskia aculeata.  E o seu “nome leigo” foi dado em latim, segundo consta, nas Minas Gerais. Isso porque, muitos anos atrás, pessoas a colhiam do quintal de uma casa paroquial, enquanto o padre estava fazendo suas orações naquele idioma, que era adotado no passado pela igreja católica para suas celebrações. Mesmo sendo conhecida e muito usada na culinária, especialmente a mineira, acabou perdendo espaço quando a indústria de alimentos nos afastou daquilo que a Rita Lobo, em seu programa no canal GNT, chama de “comida de verdade”. Hoje em dia ela está sendo redescoberta, juntamente com outras plantas alimentícias não convencionais. O grupo tem até uma sigla para sua identificação, PANCS. E quem tem feito isso com sucesso são pessoas ligadas ao veganismo.

Isso posto, vamos agora aos benefícios que divulgam ser trazidos pelo seu consumo, além de algumas dicas de uso da ora-pro-nóbis. Rica em fibras e em vitaminas A e C, cem gramas de suas folhas já garantem as necessidades diárias de um adulto. Ela promove saciedade e facilita o fluxo digestivo. Usada como chá feito das folhas, tem função depurativa e combate processos inflamatórios, tais como úlceras e cistite, além de auxiliar no tratamento de varizes. Tem ainda alta quantidade de ferro, cálcio e ácido fólico. Como se tudo isso não bastasse, 25% da sua composição é proteína.

Com sabor leve e neutro – não é picante, nem amarga e nem ácida, sendo ainda macia e fácil de mastigar –, pode ser consumida in natura. Ou ainda como ingrediente em refogados; substituindo espinafre ou couve em receitas; em tortas salgadas, omeletes, sopas e em sucos verdes. Nesse último caso, usar apenas as folhas, uma vez que seu caule é espinhento. Por enquanto, o maior problema é encontrar a planta. Não sendo ainda um produto convencional, se torna difícil encontrar em mercados. Melhor procurar em feiras orgânicas. Achando, basta estabelecer com o produtor um contato que facilite a compra frequente. Depois, torça para que as grandes redes de supermercado não descubram isso e cresçam o olho. Porque, caso isso aconteça, vai ficar mais caro, pode ter certeza.

18.11.2021

Obs.: A Ora-Pro-Nobis é tóxica para gatos. Portanto, requer cuidado ao ser guardada ou plantada em casas que possuam esse bicho de estimação.

A Embrapa orienta quem deseja produzir a planta

Nossos bônus de hoje são a música Vegan Myths Dekunked (Mitos Veganos Desmentidos), com Jonathan Mann e Ivory King. Na época da gravação eles formavam um casal, sendo de Williamsburg, no Booklyn.

Depois temos Comida, num vídeo clip reunindo Titãs e Elza Soares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s