Uma jornada musical, unindo Brasil e Índia, foi um dos tantos “presentes” que recebemos do movimento multimídia Playing for Change, nos últimos anos. Satchita – a pronúncia é algo como sét-ka – é um poderoso mantra hindu, que se ergue como uma oração pedindo paz para o mundo. E também intercedendo aos deuses para que curem a humanidade. Num momento em que a doença está sendo o estímulo maior para uma melhor percepção dos nossos aspectos humanos, ganha espaço e força esse apelo.

Mantra é o nome dado, na cultura indiana, para o som de uma palavra, um verso – muitas vezes para apenas uma sílaba – que segue prescrições determinadas, para uma finalidade mágica. É uma música, um canto que pode visar também contribuir para que se alcance um estado contemplativo, de reequilíbrio ou de cura. Ele tem repercussões espirituais e físicas, sendo recurso amplamente utilizado em rituais hinduístas e budistas. Nestas filosofias pode simbolizar ou evocar um livro sagrado ou um deus. Também é instrumento nas práticas da ioga. Em todos esses aspectos, tem também reconhecimento e uso no ocidente.

Playing for Change é um projeto global que foi criado para inspirar e conectar pessoas do mundo todo, através da música. No entender dos seus organizadores, a música, em função do seu poder inigualável de romper fronteiras e reduzir distâncias, pode aproximar quem está distante. Seja essa distância a geográfica ou a de condições de vida, com desigualdades econômicas, políticas e ideológicas. Enfim, eles têm a convicção absoluta de que a música tem o poder de transcender, ser universal de fato, unindo a todos como sendo um só povo. A sua estrutura administrativa é baseada numa fundação, uma organização não-governamental que tem também construído escolas de música em dezenas de comunidades carentes, em especial na África e na Ásia.

Satchita seria a junção das expressões SAT, sem forma, o vazio que permeia todo o Universo; com CHIT, espírito supremo ou consciência pura. A letra final é a inicial de Ananda, a alegria e felicidade eternas. Após os versos, que podem ser cantados em português, espanhol, francês ou qualquer outro idioma, segue-se uma sequência de exaltações que são originais da Índia. Uma tradução simplificada seria que Parabrahma é o supremo criador; Purushotamah a energia da encarnação; Paramathma a energia interior presente em cada um de nós; e Om o som primordial, a vibração do infinito.

Acreditar nesse poder não significa abrir mão da religião que se tenha ou da filosofia que se adote para nossas vidas: é simplesmente estar aberto a experiências outras e admitir que as coisas são mais complexas e, paradoxalmente, mais simples do que podemos compreender. É dar um voto de confiança na humanidade, por mais que se pareça não merecer isso. E o canal que nos aproxima agora dessa oportunidade é o Songs Around the Word, um dos braços do projeto, que grava com cada participante atuando em seu ambiente natural, combinando talentos e culturas. Além de brasileiros e indianos, desta vez músicos e cantores de Cabo Verde, Argentina, Jamaica, EUA, Cuba e Espanha se unem para que se multiplique a súplica levada aos céus. Pela paz que todos nós buscamos.

18.06.2020

O link abaixo conduz à integra da gravação do Playing for Change. Nos resta abrir o coração para receber Satchita, nutrindo nosso espírito com alegria e alta vibração.

2 Comentários

  1. Hoje com calma e tempo, resolvi ler mais uma crônica deste blog e confesso que me fez muito bem, pois conheci o projeto (Songs Around the Word) e ouvi algumas músicas que me emocionaram. Sensacional. Que essa ideia seja difundida em todo mundo, sem exceção, afinal de contas, a música é uma arte de expressão universal e através dela, pode se lutar por muitas causas importantes, como mostra este belo vídeo destacado pelo Solon. Dentre os vídeos que acompanhei na sequência, também deixo aqui a minha sugestão – (Playing For Change) What a Wonderful World: https://youtu.be/ddLd0QRf7Vg – Obrigado amigo, você melhorou meu dia! Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s