Quem não gostaria de descobrir um novo modo de interpretar a vida e aproveitá-la muito mais e melhor? A autora Flávia Helena, de Atibaia, tenta ensinar isso com seu livro de estreia, Sem Açúcar. O volume nos oferece 27 contos produzidos pela paulista, todos narrados em terceira pessoa, nos quais ela trata de enfocar afetos de homens e mulheres, quase sempre marcados pela solidão. No fundo, uma surpreendente e coesa maneira de analisar o amor, ao reinterpretar relações afetivas. O título é o de um dos textos deliciosos que o compõem.

A linguagem fluente vai tratando a cada página de temas que são de fato essenciais para a vida humana. Temos amor, sexualidade, traição, as sempre complicadas relações familiares e muito mais, tudo retratado com uma suavidade que conduz o leitor sem qualquer excesso ou drama para o interior da vida. Cada personagem se mostra como se fosse mesmo o engenheiro do seu próprio corpo, se construindo ou reformando, tendo posturas que escondem ou que mostram seus tesouros e as suas más formações. Um exemplo é a mulher seca, na qual a barriga vai aos poucos concentrando toda a liquidez que dela é drenada. Ou ainda a história da menina que não suporta perceber o despontar da sua sexualidade, se incomodando com o “mostrar peitos e bunda”. Ela resolve se esconder o tempo todo sob uma capa de plástico fininha, que vai sendo assimilada e transformada numa segunda pele, a qual se torna áspera e coberta de pelos grossos. Depois vão surgindo os músculos rígidos e a barba no rosto.

A leitura nos oferece prazer e nos permite identificar a nós mesmos ou no mínimo a alguém real, que se conhece, em alguma das dezenas de personagens que vão sendo apresentados. A facilidade com a qual Flávia nos oferece seus textos fica evidente até em duas das frases com as quais abre a obra: “As estórias desse livro, inventadas, são todas de verdade. Porque essa vida, que a gente insiste em chamar de real, essa, sim, é ficção.”

Outro exemplo sobre essa confusão natural, entre realidade e ficção, está no conto onde uma mulher, querendo refrear o choro que a consumia, passa a comer formigas. Mas não daquela forma como por tradição culinária acontece no Nordeste, no Vale do Paraíba (SP) ou na zona rural de Minas Gerais. Nesses três pontos as tanajuras são ingrediente de farofas bem populares. A do livro devora de todas as espécies e compulsivamente. Só que os insetos engolidos não se contentam em beber as lágrimas na sua origem, passando a consumir outros líquidos e a própria carne da devoradora, que começa a murchar, com rosto e corpo cada vez mais enrugados. Como vão ficando todos os nossos, com o tempo e sem formigas.

Em Cleptomania, outro dos contos, uma mulher tida como pessoa exemplar na localidade onde vive passa a furtar objetos de pouco valor de quem conhece. Mas, junto com eles, ela se apropria também de características pessoais das suas vítimas. E até mesmo afeta o destino delas, como aquela outra que é sua colega de trabalho de quem leva uma presilha. Mas fica depois com o seu noivo, também. Agora, uma das mais fantásticas situações talvez seja a do homem que rouba palavras com sua língua, da mulher a quem beijava.

Flávia Helena é professora de Literatura e já tinha contos publicados em diversas antologias. Também é autora da peça teatral Trama e do livro de crítica literária O Fabricante de Textos. Esse seu primeiro livro solo, de contos ficcionais, mostra a que ela veio e merece muito ser lido. Depois, ficaremos todos torcendo para que o próximo trabalho não demore.

29.05.2022

O bônus de hoje é a música Tous les garçons et les filles (Todos os meninos e meninas), com Françoise Hardy. Esta francesa foi considerada uma das mais bem sucedidas e influentes artistas do seu tempo, sendo extremamente popular em seu país.

PARA ADQUIRIR O LIVRO COMENTADO

SEM AÇÚCAR, de Flávia Helena

(114 páginas – R$ 34,00)

No momento ainda não temos a ilustração que reproduz a capa do livro. Quando ela estiver disponível faremos a edição, acrescentando. Mesmo assim, clicando sobre o ícone acima, que ocupa seu lugar, haverá direcionamento para a possibilidade de compra. Faça isso usando esse link e o blog será comissionado.

3 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s